Kelps Lima e Allyson Bezerra
Kelps Lima e Allyson Bezerra em encontro estadual do Solidariedade – Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (8), o presidente nacional do Solidariedade, o deputado federal Paulinho da Força anunciou apoio à pré-candidatura de Lula ao Palácio do Planalto em 2022. Essa decisão pode impactar diretamente nos próximos passos políticos dos dois maiores nomes do Solidariedade no Rio Grande do Norte, o deputado estadual Kelps Lima, e o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra. Eles anunciaram apoio ao projeto político do ministro das comunicações, Fábio Faria, conhecido apoiador do presidente Jair Bolsonaro e isso pode ser atrapalhado em decorrência do apoio de Paulinho ao ex-presidente Lula.

O deputado estadual Kelps Lima, já há alguns dias tem mantido um discurso bem alinhado com o ministro Fábio Faria. Especialmente após o leilão do 5G, Kelps demonstrou ainda mais a aproximação com Fábio, chegando ao ponto de, em uma entrevista concedida para um programa de rádio, demonstrar literalmente sua preferência pelo projeto político do ministro das comunicações que está tentando viabilizar sua candidatura ao Senado Federal em 2022.

No dia 10 de novembro, Kelps elogiou o trabalho de Fábio na condução do projeto 5G, e fez boas previsões para o RN com o uso da nova tecnologia. Naquela oportunidade Kelps falou do pré-candidato do Solidariedade ao Governo do RN, o engenheiro Breno Queiroga, citando-o como um governador preparado para administrar o Estado com essa nova tecnologia, e finalizou dizendo que sua escolha pessoal é por “Brenno candidato ao governo e Fábio para o Senado”. 

Já o prefeito de Mossoró, a segunda maior cidade do Estado, demorou um pouco mais para garantir o apoio político com Fábio. O assunto só surgiu no fim da última semana, quando o ministro esteve cumprindo agenda na Capital do Oeste Potiguar. Fábio foi recebido na cidade por Allyson e pelo presidente da Câmara de Mossoró e pré-candidato a deputado federal pelo Solidariedade, Lawrence Amorim.

Na oportunidade, o prefeito Allyson fez um discurso de agradecimento ao apoio ofertado por Fábio, como ministro e deputado, para a administração da cidade de Mossoró, e aproveitou para declarar que esse apoio será retribuído durante a corrida eleitoral de 2022.

No momento que Mossoró tem esperança para fazer diferente, quando chegamos na prefeitura para fazer grandes realizações e grandes conquistas, eu tive o apoio do ministro Fábio e o ministro Fabio como pré-candidato ao senado poderá contar com o meu gesto de reconhecimento, de gratidão e apoio ao nome dele”, disse Allyson.

Projeto em cheque

Mesmo já tendo sido aliado, nas décadas de 80 e 90 quando chegou a ser filiado ao PT, Paulinho se tornou um dos maiores opositores ao governo do PT, principalmente na gestão de Dilma Rousseff, e hoje volta a flertar com a política petista.

No RN, Solidariedade e PT não têm mantido boas relações nos últimos anos, especialmente neste último, quando o deputado Kelps Lima, empunhando a bandeira da oposição, vem conduzindo os trabalhos na presidência da CPI da Covid na Assembleia Legislativa do RN. Essa atuação o aproximou de Fábio Faria, deputado federal licenciado, que ocupa hoje o cargo de ministro das Comunicações, e que pretende disputar a vaga no Senado Federal em 2022.

Contudo, o apoio anunciado de Paulinho da Força ao ex-presidente Lula levanta dúvidas sobre a viabilidade política da aliança dos principais nomes do Solidariedade no RN com Fábio Faria.

O NOVO entrou em contato com o deputado Kelps e com o a assessoria de comunicação do prefeito Allyson Bezerra. Segundo o parlamentar, a declaração de Paulinho não representa o partido, que ainda vai deliberar sobre eleições presidenciais, e reforçou que no RN, o Solidariedade não vota no PT em 2022. A assessoria de Allyson ainda não respondeu aos questionamentos.

*Matéria atualizada às 12h49