Agressões homofóbicas renderam um revés a um homem que fazia comentários preconceituosos contra uma turma de amigos em Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

Enquanto o grupo tirava fotos, um homem se aproximou e iniciou uma sequência de falas homofóbicas. “Sai da frente, viadinho”, foi um dos comentários. O caso ocorreu na última segunda-feira (11/10).

Vítima de homofobia reage contra agressor e aplica “mta-leão”

A agressão teria sido direcionada a artista drag Pikineia, uma das integrantes da turma de amigos, que estavam em excursão vinda de Brasília. O agressor chegou a dizer a outro membro do grupo ‘sai da frente gordo, viado”.

Um rapaz que estava no mesmo grupo reagiu para defender os colegas. O homossexual revidou as agressões homofóbicas com um golpe mata-leão, o que deixou o homem imobilizado.