Potiguar Ítalo Ferreira entra no mar do Japão neste sábado – Foto: Reprodução/WSL

Nessa sexta-feira (23), aconteceu a abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A competição segue até 8 de agosto na capital japonesa. Já os Jogos Paralímpicos serão entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. Ao todo, o Rio Grande do Norte terá nove atletas representando o Brasil nas competições, que estão sendo realizadas um ano após o previsto, por conta da pandemia da Covid-19.

O time brasileiro nos jogos será composto por mais de 500 atletas. E entre eles estão os potiguares Ítalo Ferreira (surfe) e Samara Viera (handebol), na Olimpíada; e Ana Raquel (ciclismo), Arthur Silva (judô), Cecília Araújo e Joana Neves (natação), Júnior França (halterofilismo), Romário Marques (goalball) e Thalita Simplício (atletismo) na Paralimpíada.

Boas Expectativas

Campeão mundial em 2019, Ítalo Ferreira é uma das esperanças brasileiras de medalha no surfe. A modalidade é estreante em Olímpiadas e possui um grande potencial de ter o potiguar na briga pelas primeiras colocações.

Presença carimbada nas convocações do handebol feminino nos últimos anos, a armadora potiguar Samara Vieira fez parte da equipe campeã dos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, com a seleção brasileira. Agora vai em busca do sonho da medalha olímpica.

A Paralimpíada de Tóquio também estará cercada de expectativas por conta das promessas potiguares. Na última edição, cinco atletas do RN subiram ao pódio durante os jogos da Rio 2016. Ao todo, o Rio Grande do Norte conquistou nove medalhas para o Brasil.

Aos 34 anos, dona de quadro medalhas paralímpicas, a nadadora Joana Neves vai pela terceira vez aos Jogos. O RN também teve convocação de atleta-guia e um membro da comissão técnica.