A coluna Daniela Freire na edição impressa do Novo Notícias deste sábado traz uma rápida entrevista com o deputado federal Walter Alves, presidente do MDB no RN. Em pauta, as impressões do político potiguar a respeito da mais recente conversa reservada com o ex-presidente Lula, durante um jantar, na última quarta-feira, na residência do ex-senador Eunício Oliveira. Walter foi substituindo o pai, ex-senador Garibaldi Alves, que preferiu não comparecer ao encontro.

Confira 👇

Sem pressa

Estamos conversando. Sem açodamento, sem pressa”. Foi assim que o deputado federal Walter Alves, presidente do MDB no RN, respondeu à coluna quando questionado se a legenda emedebista potiguar havia saído ‘alinhada’ com o PT do jantar com o ex -presidente Lula, nesta quarta-feira, na casa do ex-senador Eunício Oliveira, presidente do MDB no Ceará.

Sinalizando…

Walter deixou em suspense a possibilidade de uma aliança com o PT para 2022, apesar de já ter tido duas conversas praticamente seguidas com o ex-presidente petista. Mas ele deu dicas. “A gente está conversando. O MDB decidirá no momento certo. Estamos escutando, prefeitos, vice-prefeitos e o povo. E estamos fazendo pesquisas”, contou o deputado.

Estimulados

A respeito das boas colocações que tem conseguido nas pesquisas já divulgadas para a disputa de deputado federal, a exemplo de como o seu pai, o ex-senador Garibaldi Alves, também vem se saindo na corrida pelo Senado, Walter admitiu que está havendo “muita animação” geral com os números. “Com muita humildade, mas ao mesmo tempo estimula, não é?”, comentou o parlamentar.