A assessoria do ex-ministro e candidato a senador Rogério Marinho entrou em contato com o Blog Daniela Freire para que fosse publicada uma resposta a respeito da matéria divulgada pelo portal de notícias Metrópoles, assinada pelo colunista Igor Gadelha, revelando aumento dobrado do patrimônio do potiguar.

Na resposta, Marinho afirma que a notícia é “mentirosa” e “tendenciosa”. “Fake news”, garantiu o senadorável.

Abaixo, a explicação de Rogério sobre o assunto 👇

A matéria sobre meu patrimônio é mentirosa e tendenciosa, fruto de apuração apressada e irresponsável. FAKE NEWS! Meu patrimônio não aumentou nos últimos 4 anos, ao contrário do que afirma o “repórter”.

Basta analisar a lista de bens apresentados para perceber que a quantidade diminuiu. Em 2018 eu tinha duas casas que não possuo mais, restam um terreno transformado em cotas e um apartamento financiado em 30 anos na Caixa Econômica Federal, faltando 18 anos para quitá-lo.

Além da dívida deste financiamento, possuo ainda algumas aplicações compatíveis com a minha renda. A diferença entre valores declarados entre 2018 e agora se dá unicamente pela evolução no pagamento do financiamento e pela ATUALIZAÇÃO DOS VALORES DOS BENS QUE EU JÁ POSSUÍA.

“Notinhas” como essa publicada originalmente no jornal Metrópoles, são o que há de pior na imprensa, pois tentam denegrir a imagem, usando jogos de palavras, não fazendo acusações diretas, numa tentativa de se resguardar de contestações. Não dão chance para defesa, pois não acusam, fazem apenas ilações. É lamentável.

Às vésperas de uma eleição, só consigo acreditar em motivações mesquinhas, em tentativas de desequilíbrio no pleito que se aproxima.

Rogério Marinho