Foto: Reprodução

No sábado (11), um quilombola em situação de rua foi amarrado, arrastado e espancado por um homem na cidade de Portalegre/RN.

Segundo relatos, as agressões teriam começado após o quilombola supostamente ter jogado uma pedra no estabelecimento do homem que o amarrou.

Entidades de defesa de quilombolas e minorias se revoltaram. A governadora Fátima Bezerra pediu à Secretaria de Segurança rigor na apuração. O caso foi encaminhado para a Ouvidoria de Direitos Humanos da Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

A Polícia Civil também foi acionada para investigar o caso. O agressor desde o dia foi identificado.