Reuniões nos diretórios do PT já estão ocorrendo – Foto: Divulgação

O Partido dos Trabalhadores (PT) espera ter à disposição para as eleições municipais deste ano pelo menos 20 pré-candidatos para o cargo de prefeito e outros 21 para vice-prefeito no Rio Grande do Norte. A legenda, contudo, espera aumentar o número após as reuniões dos diretórios municipais do partido e da Federação composta junto ao Partido Verde (PV) e ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

Adriano Gadelha, dirigente estadual do partido, explicou que ao longo de todo o mês de junho estão sendo realizadas reuniões nos diretórios e comissões provisórias do PT nas cidades para traçar as estratégias políticas. “Temos até o final de junho para discutir a particularidade de estratégia de cada município, levando em consideração a política nacional e dos partidos que são nossos aliados e da Federação”.

Na capital, o partido já possui uma definição na pré-candidatura da deputada federal, Natália Bonavides. O diretor partidário destacou que os trabalhos estão sendo realizados não só na parte interna, mas de atuação nas ruas. “Estamos trabalhando nos bairros, realizando eventos com militantes, já visando a construção do plano de governo da deputada. Já temos o apoio não só da Federação, mas do MDB, do PSB, PDT e estamos dialogando com o Rede e o PSOL”, destacou.

Apesar da pré-candidatura estar consolidada, o debate acerca das possibilidades de vice para composição de chapa segue em aberto. Adriano afirma que é natural esse desejo dos partidos em indicarem um nome. “É natural que queiram fazer essa indicação, mas nós vamos para o convencimento político de nomes que possam dar musculatura e força à chapa”.

A expectativa do partido é que a definição para o nome seja realizada ainda no mês de junho, para que no período estabelecido para a realização das convenções eleitorais já se tenha todas as definições. A deputada estadual Isolda Dantas, presidente municipal do PT em Mossoró, anunciou oficialmente no último sábado (15) que não será candidata à prefeitura da cidade. A decisão foi tomada em favor do apoio ao pré-candidato Lawrence Amorim (PSDB), atual presidente da Câmara de Mossoró. Durante o encontro do PT Mossoró, os representantes da legenda decidiram por fortalecer a frente ampla de oposição ao atual prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra. Apesar dessa possibilidade de uma união, o diretor enfatizou que será levada em consideração a proximidade com o campo político do partido, de forma que possam estar próximos de um alinhamento político na esfera nacional.

No caso de Parnamirim, diante das duas pré-candidaturas a prefeito já postas no município, o PT estuda a possibilidade de uma candidatura própria. “Ainda estamos no processo de definição, mas já temos um nome que é do professor do IFRN, Heron, que foi candidato a vereador no município. Iremos realizar essa definição em nossa reunião municipal”.

Gadelha ressaltou que nos municípios que o partido não tiver candidatura própria deverá apoiar pré-candidatos que compõem o arco de alianças existente. Mas, seguindo também as orientações do presidente Lula (PT) para essa atuação.

Adriano evidenciou que apesar de não ter um número fechado ainda de candidaturas, o PT deve articular para ter grande presença nas eleições. “Não temos ainda um número fechado para essas definições municipais, mas já temos 41 pré-candidatos a majoritária, sendo 21 a prefeito e 20 a vice-prefeito”.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________