© Reuters/ Sputnik/Alexander Astafyev/Agência Brasil
Foto: © Reuters/ Sputnik/Alexander Astafyev/Agência Brasil

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-feira (11) o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o continente.

A Europa registrou mais de 7 milhões de novos casos de covid-19 na primeira semana de 2022, mais que o dobro do número notificado no período de duas semanas, disse o diretor da OMS para a Europa, Hans Kluge, em entrevista.

Leia mais:
> Ômicron: cientistas descobrem o primeiro sintoma da cepa distinto da gripe; saiba qual
> Ômicron: primeiros casos no RN são registrados em Natal
> Mundo passa de 1 milhão de casos por dia com avanço da Ômicron

“Nesse ritmo, o Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde prevê que mais de 50% da população da região serão infectados com a nova cepa nas próximas seis a oito semanas”, afirmou Kluge.