Fátima Bezerra afirma que todos os professores do RN terão reajuste salarial de 33% – Foto: Reprodução/Rede TVT

Todos os professores da rede estadual de ensino terão reajuste salarial de 33,24%. Foi o que afirmou a governadora Fátima Bezerra (PT) em entrevista ao canal Rede TVT nesta quinta-feira (17).

De acordo com o pronunciamento da Chefe do Executivo Estadual, o Rio Grande do Norte vai seguir na contramão de outros estados brasileiros. Receberão o reajuste todos os profissionais da educação – os que estão abaixo do piso, os que estão acima e até os aposentados e pensionistas.

“Tenho cumprido rigorosamente o piso salarial nacional do magistério. Foi assim em 2019 e em 2020. E agora vamos cumprir novamente. Isso é um direito da categoria. O piso salarial é uma política pública importante para promover a valorização salarial e profissional de uma das categorias que tem um papel estratégico a desempenhar no contexto da sociedade. Então apresentamos uma proposta, até porque vamos honrar com o pagamento do piso salarial e fazendo diferente do que fazem os demais estados, inclusive os do Nordeste. Porque eles aplicam o reajuste somente no piso, por isso que o impacto é bem menor. Aqui no RN, nós somos um dos poucos estados que aplicamos o reajuste não apenas no piso, mas também na estratificação de toda a carreira. Isso foi uma conquista dos professores pela qual nós temos que zelar e respeitar. E outro princípio que eu não abro mão é a paridade. Aquilo que é dado a quem está na ativa também é dado ao professor aposentado”, afirmou a governadora.

A petista informou, ainda, que o reajuste será feito de forma parcelada. “Nós firmamos aqui o compromisso de que vamos honrar com o cumprimento da lei do piso salarial, vamos pagar. Agora, o debate está sendo a forma, porque não temos condições de dar o reajuste de uma única vez. Então vamos fazê-lo de forma parcelada. E espero que possamos, o mais urgente possível, sair desse impasse para que as aulas retornem com toda a alegria, intensidade e acolhimento que elas precisam. Nós temos que correr para recuperar um pouco esse tempo que os nossos alunos perderam”, concluiu.

Contraproposta da categoria

Na quarta-feira (16), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte RN) enviou uma contraproposta ao Governo do Estado reivindicando os 33,24% relativos à implementação e ao parcelamento do Piso Salarial 2022.

Procurada pelo NOVO, a Secretaria Estadual de Educação e Cultura (Seec) informou que deve se pronunciar, até o final da tarde desta sexta (18), sobre a contraproposta do Sindicato.

Greve

Nesta quinta, o Governo convocou o Sinte para uma audiência. No entanto, o encontro foi desmarcado após o Sindicato entregar a contraproposta e o Executivo pedir tempo para avaliar o documento, prometendo chamar audiência para dar respostas ao proposto pela categoria. A audiência entre o Governo e o Sindicato está prevista para terça-feira (22), às 8h, na Governadoria. Enquanto isso, os professores da rede estadual continuam em greve.