Dores no inverno: especialistas explicam causas e orientam sobre como aliviar sintomas – Foto: Divulgação

Durante o inverno, é bastante comum ouvir de pessoas de todas as idades relatos de dores no corpo. Segundo especialistas, essa relação entre o frio e a dor está ligada ao fato de que, em épocas mais geladas, as pessoas costumam se exercitar menos e ficar mais “encolhidas” para se esquentar, que pode diminuir, principalmente nos idosos, a lubrificação das articulações, além de a temperatura afetar a contração dos músculos.

O fisioterapeuta Bruno Guerra, responsável pela Clínica de Fisioterapia da Estácio, explica que há algumas hipóteses para os desconfortos em épocas mais frias. “Um dos efeitos fisiológicos do corpo quando a temperatura está mais baixa é a diminuição da circulação e, em certo ponto, isto piora os processos inflamatórios já existen8tes. Outro efeito é o aumento da viscosidade do líquido sinovial – que auxilia na lubrificação das superfícies articulares”, explica.

Segundo Bruno, esse aumento de viscosidade gera maior rigidez nas articulações e, consequentemente, mais dores, principalmente nas pessoas mais idosas que não costumam ter um ritmo mais ativo de movimentação corporal.

O fisioterapeuta também explica que, para se defender do frio, o músculo se contrai involuntariamente. Dessa forma, a circulação sanguínea entre tecidos, pele e articulações fica prejudicada e acaba causando dores e espasmos nas mãos, pés, tornozelos, joelhos e coluna, principalmente.

Para aliviar esses sintomas, a coordenadora do curso de Educação Física da Estácio, Maria Lúcia Sebastião, orienta a prática de exercícios para jovens e idosos que sofrem com as dores.

“Ao se exercitar, o corpo libera endorfina e neurotransmissores com ação analgésica no sistema nervoso central, fazendo com que as dores diminuam. Além disso, o exercício é benéfico para o fortalecimento muscular e redução da pressão articular”, esclarece.

O fisioterapeuta Bruno Guerra acrescenta que, para prevenir inflamações e doenças articulares, é importante manter uma vida equilibrada aliando exercícios com uma alimentação saudável.

“Outra forma de aliviar essas dores é utilizar compressas quentes nas regiões afetadas. Essa costuma ser uma prática bem intuitiva, porque se você tem uma dor por conta do frio, aplicar calor nessas áreas vai ajudar para que elas sejam resolvidas”, complementa o fisioterapeuta.