Pelas pesquisas, Fábio Faria vence Rogério Marinho na disputa interna pela vaga ao Senado com apoio de Bolsonaro

A pesquisa Perfil/Agora RN, publicada nesta quinta-feira, 12, chamou a atenção pelas posições e números conquistados por uma dupla que vem disputando nos bastidores o apoio do presidente Jair Bolsonaro para concorrer à vaga ao Senado pelo Rio Grande do Norte em 2022: Fábio Faria e Rogério Marinho, os dois ministros potiguares.

O ponto importante dos dados dessa sondagem, ao avaliar essa contenda interna entre os pré-candidatos bolsonaristas, é que Fábio e Rogério estão há uma distância considerável um do outro na intenção de votos. E a liderança é do ministro das Comunicações. Que é também, hoje, um auxiliar dos mais próximos do presidente da República, considerado um verdadeiro cão de guarda de Bolsonaro – e nunca é demais lembrar que ele ainda é genro do dono de uma das maiores emissoras de TV do País (Sílvio Santos/SBT).

Segundo o resultado da pesquisa, Fábio Faria, que aparece na terceira colocação geral, atrás dos Alves Garibaldi e Carlos Eduardo, lidera a disputa interna com Rogério com 10,50% das intenções de votos no cenário estimulado, enquanto Marinho surge com 6,90%.

Lembrando que Rogério Marinho comanda uma das pastas mais importantes para Bolsonaro, a do Desenvolvimento Regional, a qual o presidente delegou o fortalecimento da agenda bolsonarista no Nordeste, com o máximo de inauguração de obras e afins possível. Aliado a isso, Marinho tem aproveitado para fazer uma agenda administrativa forte no interior do RN.

Já Fábio aposta em aparições mais frequentes na capital potiguar, realizando entregas da Comunicação e participando de entrevistas onde fala abertamente que não tem outro projeto para 2022 que não seja concorrer ao Senado.

A disputa é acirrada nos bastidores, mas há quem diga que Fábio está vencendo essa.