Gráfico mostra queda contínua nos casos de covid e na consequente ocupação de leitos desde junho no RN

Nos últimos dias, as notícias sobre a pandemia no RN têm sido animadoras e esperançosas. Pelo menos é o que apontam os dados do LAIS da UFRN, mostrando, por exemplo, uma ocupação de leitos de UTI para covid-19 abaixo de 30% em todo o Estado, com detalhe para a surpreendente redução no índice de ocupação de leitos na região do Seridó, que chegou a menos de 8%. Além disso, o Rio Grande do Norte comemorou há pouco o primeiro dia sem mortes por coronavírus desde novembro de 2020.

De acordo com o coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica (LAIS), Ricardo Valentim, em contato com o blog, os números geram, sim, otimismo, principalmente pelo fato de que essa redução no número de casos de covid, e a consequente diminuição na ocupação de leitos hospitalares aqui no Estado, tem sido constante e sustentada. Ou seja, trata-se de uma queda contínua, pelo menos até agora. “Mas temos que monitorar esses dados todos os dias”, ressaltou Valentim.

Os gráficos do LAIS mostram que desde o último pico da doença em território potiguar, no final de maio último, os casos e internações começaram a cair vertiginosamente, a partir de junho, ao mesmo tempo em que a vacinação também se intensificou, avançando e abrangendo cada vez mais grupos de diferentes idades. O que mostra a importância e eficiência da vacinação.

Aliás, o último relatório do LAIS informou ao Ministério da Saúde que embora o governo do RN esteja fazendo uma boa gestão no enfrentamento à pandemia, é fundamental que cheguem mais vacinas à população.