Declarações do presidente da Câmara de Itajá, José Valderi de Melo (PP), causaram polêmica após serem divulgadas nas redes sociais

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Itajá (RN), José Valderi de Melo (PP), foi gravado durante uma conversa dizendo que ganhava um salário mensal é de R$ 10 mil “com roubo, com tudo”.

A gravação foi publicada nas redes sociais e viralizou. Nas imagens, gravadas na sexta-feira (31), Valderi aparece em um bar, com bebidas na mesa, ao lado de uma mulher. Um homem, não identificado, faz perguntas sobre as atribuições do vereador e presidente da Câmara de Itajá.

No vídeo, José Valderi de Melo diz: “Eu botei 15 empregados (na Câmara). Já tinha 10, aí eu botei mais 15. Eu tenho apoio para vereador, tenho tudo, da família todinha”. Em outro trecho, ele afirma: “Eu hoje tenho um salário de 10 mil conto (R$ 10 mil), com roubo, com tudo”, em resposta a uma pergunta sobre o uso das verbas do Legislativo municipal.

Após a repercussão negativa, o presidente da Câmara de Itajá divulgou uma nota afirmando que o vídeo “foi retirado completamente de seu contexto original”. Segundo o parlamentar, as declarações foram feitas em um ambiente de lazer, em tom de ironia e deboche, e não representam a verdade ou suas posturas oficiais.

“O referido vídeo foi gravado em um ambiente de lazer, onde prevalecia um clima de descontração. As declarações feitas no vídeo foram proferidas em tom de ironia e deboche, não representando de forma alguma a verdade, nossas opiniões ou posturas oficiais”, informou o parlamentar.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________