A Polícia Federal (PF), a Receita Federal do Brasil (RFB) e a Secretaria da Fazenda (SEFAZ), deflagraram nesta quinta-feira (13), a Operação Retomada, visando coibir e reprimir a distribuição e venda ilegal de cigarros contrabandeados e/ou falsificados na região metropolitana de Natal. Participaram da ação: 30 policiais federais, 8 auditores da Receita Federal e 4 da Secretaria da Fazenda.

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal/RN em endereços comerciais (depósitos de cigarros), localizados no bairro do Alecrim, Zona Leste da capital potiguar. Além de ações contra cigarreiras clandestinas que comercializam o produto naquela mesma região, foram apreendidos três veículos, caixas de cigarros, telefones, computadores, notebooks, documentos contábeis e agendas.

Os cigarros serão destruídos após o regular procedimento fiscal e os demais bens apreendidos passarão por análise para prosseguimento das investigações.

O contrabando de cigarros pode alcançar pena de até 5 anos de reclusão, além de multa.

Esta operação foi produto da cooperação entre forças federais de segurança, Receita Federal, como também da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SESED) e da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Norte (SEFAZ).

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________