A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN), por meio do Núcleo de Investigação sobre Pessoas Desaparecidas (NIPD), da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou, na noite desta quarta-feira (13), que Gorete Graciano, 50 anos, se apresentou à Delegacia Municipal (DM) de São Gonçalo do Amarante, após divulgação de que ela estaria desaparecida.

Leia mais:
> Polícia procura mulher desaparecida em São Gonçalo do Amarante

Sobre o caso

Segundo os familiares, a mulher, que possui deficiência auditiva, saiu de sua residência em São Gonçalo do Amarante, na noite da última segunda-feira (11), e não retornou mais. O boletim de ocorrência foi registrado por familiares na última terça-feira (12), por meio da Delegacia Virtual. De acordo com as investigações, a última localização dela, obtida nesta quarta-feira (13), indicou que ela estaria em São Gonçalo do Amarante. Gorete Graciano declarou que estava na casa da filha mais velha, também em São Gonçalo do Amarante.