Policiais civis da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) de Natal deram cumprimento, nesta terça-feira (23), a um mandado de busca e apreensão domiciliar na residência de Bruno Garcia da Silva, 40 anos. As diligências, realizadas no bairro de Ponta Negra, zona sul da capital potiguar, resultaram na prisão dele, em flagrante. Bruno Garcia foi detido pela suspeita da prática dos crimes de falsificação de documento público e falsidade ideológica.

No local da ação, foram apreendidos diversos objetos, dentre eles: aparelhos celulares, dois notebooks, diversos cartões bancários, sendo alguns possivelmente falsos, além de três Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e três Registros Gerais (RGs) falsificados, todos com nomes diferentes, mas com a mesma fotografia do suspeito Bruno Garcia.

Além disso, ele ainda deverá responder pelo crime de receptação, em decorrência da suspeita de que tenha recebido, em sua residência, 13 televisões adquiridas de forma fraudulenta, na modalidade do crime de estelionato, o que motivou a busca e apreensão.

Bruno Garcia confessou a falsificação dos documentos, foi detido em flagrante e conduzido até a delegacia. Ele foi encaminhado ao sistema prisional onde permanecerá à disposição da Justiça.