Com a definição dos nomes que disputarão o cargo para Prefeitura de Natal nas eleições 2024, os principais pré-candidatos intensificaram ações para ampliar uso das redes sociais, produzindo conteúdos e, assim, se aproximar de seus potenciais eleitores.

O NOVO analisou os números de quatro pré-candidatos à Prefeitura nas principais redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e TikTok. O levantamento coletou informações dos melhores ranqueados nas mais recentes pesquisas eleitorais para a capital: Carlos Eduardo (PSD), Paulinho Freire (União Brasil), Natália Bonavides (PT) e Rafael Motta (Avante).

Em todas as redes sociais, segundo a análise do NOVO, a liderança é de Natália Bonavides. Ela tem o maior número de seguidores entre os pré-candidatos avaliados, totalizando 463,9 mil. O segundo lugar do ranking é de Rafael Motta, que soma 136,6 mil seguidores. Carlos Eduardo possui um total de 109,5 mil. O pior resultado no ranking de popularidade é Paulinho Freire, com pouco mais de 20 mil.

As redes sociais se consolidaram como plataformas cruciais na formação de opiniões e na disseminação de conteúdo, aponta Glebe Duarte, especialista em marketing digital e mentor de Negócios Digitais. Ele ressalta a transformação radical que essas plataformas trouxeram ao ambiente político. “Antes, tínhamos os meios de comunicação como as fontes de informação. Hoje, nós temos as pessoas produzindo conteúdo e informação, gerando opiniões”, afirma.

Duarte destaca, ainda, como as redes sociais descentralizaram a produção de informação, conferindo poder comunicativo direto aos indivíduos. Essa mudança alterou a dinâmica do consumo de notícias. “As pessoas muitas vezes param de pensar por si próprias e pautam seu dia e seu pensamento puramente naquilo que consomem nas redes sociais”, observa Duarte.

Essa tendência coloca em evidência o papel central das plataformas digitais na formação de opiniões, por vezes de maneira superficial e pouco aprofundada.

Hoje, o Instagram é a principal plataforma de comunicação dos políticos analisados. As postagens, de acordo com a análise do NOVO, trazem informações sobre posicionamentos político-partidários, ataques a adversários e autopromoção.

Natália Bonavides se destaca na plataforma, com 182 mil seguidores. Rafael Motta (Avante) tem 92,8 mil seguidores, Carlos Eduardo (PSD) possui 48,3 mil, enquanto Paulinho Freire (União) tem 18,6 mil seguidores.
Por outro lado, o Youtube é a plataforma menos utilizada pelos pré-candidatos. Os quatro somam pouco mais de 5 mil seguidores.

Estratégias para as eleições devem passar pelo TikTok e Youtube

Para o mentor de negócios digitais, a produção de conteúdo emerge como um pilar fundamental nesse novo paradigma de informação. “Começa-se definindo sobre o que quer falar para as pessoas, o que se quer comunicar a elas”, explica Duarte. Segundo ele, o objetivo principal do conteúdo é elevar o nível de consciência das pessoas, seja para influenciar decisões de compra, direcionar opiniões ou moldar percepções.

No contexto político, especialmente em ano eleitoral, Duarte destaca a importância do comportamento do pré-candidato nas redes sociais. “Quanto mais se tenta participar com as pessoas naquilo que elas pensam, acreditam, mais se consegue fazer parte do dia a dia delas”, enfatiza. Ele ressalta que, ao contrário de uma abordagem centrada na venda da imagem de candidato, a estratégia eficaz envolve conectar-se com as visões e crenças do eleitorado, utilizando uma narrativa bem construída e argumentos sólidos.

Para alcançar sucesso durante uma campanha eleitoral, Duarte aconselha uma abordagem estratégica na produção de conteúdo, especialmente em formato de vídeo. “A campanha será dos vídeos”, prevê, mencionando plataformas populares como TikTok, Instagram Reels e YouTube como veículos poderosos para engajar eleitores em potencial.

Em relação às métricas de engajamento, ele destaca a necessidade de focar não apenas na quantidade de seguidores, mas no envolvimento efetivo com o conteúdo. “Uma base engajada aumenta quando tem voz, quando participa”, afirma, sugerindo que métricas como alcance e taxa de interação são mais significativas durante uma campanha eleitoral.

Por fim, Duarte adverte contra estratégias agressivas ou genéricas, recomendando uma abordagem direcionada e autêntica. “É preciso ter clareza sobre qual o perfil do público a para quem se quer vender a sua imagem”, conclui, enfatizando que o sucesso na comunicação política depende de uma compreensão profunda do eleitorado-alvo.

Novas Regras da Justiça Eleitoral para publicidade nas redes sociais
Resolução do TSE delimita que propaganda eleitoral na internet será permitida a partir do dia 16 de agosto

A Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.610/2019 sofreu diversas alterações este ano, com o intuito de deixar mais claras e transparentes as regras relativas à propaganda eleitoral de candidatos e candidatas.
Segundo a norma, a propaganda eleitoral na internet será permitida a partir do dia 16 de agosto, sendo livre a manifestação de pensamento por meio da web. Contudo, poderá ser objeto de limitação se ofender a honra ou a imagem de candidatas e candidatos, partidos, coligações ou federações partidárias, ou ainda se divulgar fatos sabidamente inverídicos. A live eleitoral também será liberada a partir de 16 de agosto. A utilização de live por pessoa candidata equivalerá à promoção de candidatura, e será proibida transmissão ou à retransmissão em sites, perfil ou canal de pessoas jurídicas.

Google proíbe impulsionamento na plataforma

O Google anunciou que não permitirá a veiculação de anúncios políticos durante as eleições municipais de 2024 em suas plataformas. A decisão segue a nova resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que regulamenta a publicidade de candidatos e partidos.

A proibição afetará a publicidade on-line através do Google Ads, incluindo ferramentas como YouTube e Busca, usadas para alcançar usuários dentro das plataformas da empresa.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________