O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que, no Brasil, quase 40 mil novos casos de câncer de cabeça e pescoço devam surgir neste ano de 2024. No Rio Grande do Norte, o número chega a 800. A doença, que atinge regiões como a tireoide, a cavidade oral e a laringe, tem um início silencioso e os primeiros sintomas podem ser negligenciados. Por isso, a Liga Contra o Câncer vai promover uma ação de conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce, de sexta (05) a domingo (07), no Shopping Midway Mall, em Natal. O Dia “D” acontece no sábado(6), quando especialistas vão atender o público de forma gratuita para identificar possíveis sinais da doença. Os atendimentos serão feitos com agendamento prévio e têm vagas limitadas. 

A ação faz parte da campanha Julho Verde, que marca o mês de comemoração ao Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço (27 de julho). Durante os três dias, a programação começa às 13h e vai até às 20h, no térreo do shopping, ao lado da loja Le Biscuit. Na sexta-feira e no domingo, serão distribuídos materiais educativos sobre a doença, com especialistas que vão esclarecer dúvidas. A Empresa EVIS vai fazer um passeio pela boca com óculos de realidade virtual para mostrar como deve ser a saúde por dentro da cavidade oral. E ainda tem o “Espelhódromo”, com a ação “De olho em você!”. Nela, as pessoas vão usar espelhos e serão orientadas a identificar sinais da doença e a fazer o autoexame.
No sábado, acontece o Dia “D”. Doze especialistas, entre cirurgiões de cabeça e pescoço e otorrinolaringologistas, vão fazer 70 atendimentos para identificar possíveis casos de câncer. Qualquer pessoa que tenha um sinal importante na cabeça, no pescoço e na boca, como manchas, nódulos e lesões – e que não tiveram acesso a um atendimento especializado – podem participar. O agendamento acontece de forma prévia no local da ação, a partir da sexta-feira, ou pelos telefones 4009-5600 (chamada de voz) e 4009-5601 (WhatsApp | apenas mensagens de texto).
Outras atividades acontecem dentro dessa programação. No dia 27 de julho, em São Paulo do Potengi, será realizado o Simpósio Julho Verde, com orientações e conscientização para a população local, além de palestras para profissionais de saúde com a equipe multidisciplinar e de cirurgia de cabeça e pescoço da Liga.
No dia 31, será realizado o “Tumor Board Natal”, no Instituto de Ensino, Pesquisa e Inovação da Liga (IEPI), com palestras e debates voltados para cirurgiões de cabeça e pescoço, otorrinolaringologistas, oncologistas, radio-oncologistas, radiologistas, cirurgiões dentistas e equipes multidisciplinares de cabeça e pescoço. A palestra “Base do tratamento de Câncer de Laringe” vai ficar por conta do médico cirurgião de cabeça e pescoço Rogério Dedivitis, da Faculdade de Medicina da USP. O evento também terá um debate entre o radio-oncologista Edilmar de Moura, a oncologista Andrea Juliana e o radiologista Francisco Negro Monte.As inscrições podem ser feitas pelo telefone do IEPI (84) 99416-2608.
Sobre a doença
O câncer de cabeça e pescoço atinge regiões como boca, língua, tireoide, laringe, faringe, fossas nasais e glândulas salivares. De acordo com a médica Isabel Almeida, responsável pelo setor de Cabeça e Pescoço da Liga, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas, próteses mal ajustadas, infecção por HPV e histórico de radiação na área da cabeça e pescoço podem ser fatores de risco para o aparecimento dos tumores. Se diagnosticado precocemente, o câncer de cabeça e pescoço tem uma taxa de sobrevida de 80%, além de evitar sequelas do tratamento, como mutilações que possam afetar a funcionalidade dos pacientes.
“Ferida na boca que não cicatriza em um período superior há 10 dias; nódulo no pescoço; rouquidão que persiste por período superior a 15 dias; lesão em pele com prurido, sangramento e/ou crescimento progressivo são sinais que devem levar o paciente a procurar auxílio médico. Adotar um estilo de vida com hábitos mais saudáveis pode ajudar a diminuir as chances da doença e realizar o autoexame contribui para que, caso ela apareça, o tratamento seja feito de forma precoce, aumentando as chances de cura”, afirma a médica.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________