As perseguições — como na série Bebê Rena — muitas vezes ultrapassam as telas e vão para a realidade. Foto: Netflix
As perseguições — como na série Bebê Rena — muitas vezes ultrapassam as telas e vão para a realidade. Foto: Netflix

A série Bebê Rena trouxe à tona um assunto importante: o stalker. Para quem não sabe, um stalker é uma pessoa que persegue insistentemente outra pessoa, geralmente famosa. As perseguições muitas vezes são feitas de forma online, entretanto, às vezes elas ultrapassam as telas e vão para a realidade.

Recentemente, alguns artistas como Whindersson Nunes e Débora Falabella revelaram que passaram por situações até perigosas com perseguidores. Além deles, outros famosos já relataram problemas do tipo. Veja alguns:

Débora Falabella

O caso mais recente foi de Débora Falabella. Em uma entrevista ao jornal O Globo, concedida na última semana, a atriz contou que começou a ser perseguida após tirar uma foto com uma fã. Foram muitos anos lutando para conseguir uma medida protetiva, até que a mulher foi presa neste mês.

Whindersson Nunes

Whindersson Nunes aproveitou o tema da série da Netflix para contar que viveu algo parecido com o protagonista. Em um post no X, antigo Twitter, o humorista revelou que foi perseguido por quatro pessoas desde que ficou famoso. “Já passaram pela minha vida 4 pessoas como as da série Bebê Rena, três mulheres e um homem”, escreveu.

Juliette

Juliette tinha uma fã que chegou a pegar voos com ela, apenas para ficar próxima à cantora. Em uma ocasião, a stalker foi ao hotel em que a campeã do BBB 21 estava hospedada e tentou agarrá-la, mas foi impedida pelos seguranças.

“A menina se agarrou na porta e quebrou aquelas estruturas de madeira, de um pedaço da parede. O segurança foi segurá-la para ela não avançar em mim; eu não sei o que ela ia fazer, se ia me abraçar ou me bater, quebrou o hotel”, relatou Juliette no podcast PodPah.

Leia também:

Sophia Abrahão

Na época que fazia a novela Rebeldes, Sophia Abrahão ficou por um ano sendo perseguida por uma pessoa que nunca foi identificada. O medo de que algo pior acontecesse fez com que ela realizasse um boletim de ocorrência contra o stalker.

Ana Hickmann

Ana Hickmann tem um dos casos de stalker mais famosos do Brasil. Em 2016, ela foi feita de refém por Rodrigo Augusto de Pádua. Ele se hospedou no mesmo hotel que a apresentadora estava em Belo Horizonte e tentou atacá-la. Ele acabou atirando contra Giovanna Oliveira, assessora de Ana na época. O ex-cunhado da artista, Gustavo Correa, conseguiu pegar a arma e atirou contra o homem que acabou morrendo.

Miley Cyrus

Em 2023, MIley Cyrus conseguiu uma medida protetiva contra um homem de 52 anos que a perseguia desde 2018. Ele enviava cartas ameaçadoras, pedindo dinheiro e dizendo ter desejos sexuais pela cantora. O stalker chegou a invadir a casa de Miley duas vezes, mas foi preso.

Taylor Swift

Taylor Swift não teve apenas um caso de stalker ao longo de sua carreira. Inúmeras pessoas que perseguiram a artista chegaram a ser presas ao longo dos anos e forçaram a artista a ter um kit de primeiros socorros militar para se curar de ferimentos de bala, facadas e outros ataques graves.

Justin Bieber

Justin Bieber foi perseguido por um homem de 45 anos, que enviava-lhe cartas. Sem receber respostas, o homem chegou a planejar o assassinado do cantor, mas foi preso pelas autoridades.

Madonna

No passado, Madonna teve uma sua casa invadida por um homem que ameaçou matá-la, caso ela não cantasse para ele. Apesar do susto, o homem foi condenado a 10 anos de prisão.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________