Caso Gabriel: Júri popular é marcado para outubro
Giovani Gabriel foi morto em junho de 2020 – Foto: Reprodução

Os quatro policiais militares acusados da morte de Giovanni Gabriel de Souza Gomes foram absolvidos pelos jurados, em sessão do júri popular iniciada na última terça-feira e finalizada pouco após às 22h desta quinta-feira (4/7), no Fórum Municipal de Parnamirim. Os réus foram absolvidos pela tese da negativa de autoria, ou seja, no entendimento da maioria dos jurados os acusados não foram os responsáveis pela morte de Giovanni Gabriel, ocorrida em junho de 2020. O júri foi presidido pelo juiz Marcos Sampaio, da 1ª Vara Criminal de Parnamirim.

Foram absolvidos os réus Anderson Adjan Barbosa de Souza, Bertoni Vieira Alves, Valdemi Almeida de Andrade e Paullinelle Sidney Campos Silva, todos policiais militares.
O jovem foi morto aos 18 anos de idade, quando sumiu após ter saído de bicicleta para a casa da namorada, localizada no município de Parnamirim. O corpo foi encontrado em São José de Mipibu. De acordo com as investigações da Polícia Civil, ele teria sido assassinado após ser confundido com um assaltante de carro.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________