Reapresentado pela vereadora Divaneide Basílio (PT-Natal) no final de 2020, o projeto de lei do TransCidadania Municipal está pronto para ser votado na Câmara Municipal de Natal.

A matéria, que prevê a criação de um programa de capacitação profissional para a população Trans e Travesti da capital potiguar, passou por todas as comissões legislativas e está aguardando o sinal verde para ser apreciada no plenário pelos vereadores natalenses.

“Passamos seis meses trabalhando intensamente para que o Transcidadania cumprisse os trâmites burocráticos e estivesse pronto para votação na nossa cidade. É uma vitória enorme que tenhamos conseguido isso no mês do orgulho LGBT+. Lutar por esse projeto é afirmar – e insistir – que a cidade precisa avançar em defesa da dignidade e da cidadania da população LGBT”, disse Divaneide.

Essa não é a primeira vez que o texto será votado. Em 2019, quando a vereadora – que também é presidenta da Comissão de Direitos Humanos da CMN – subscreveu o PL e o fez tramitar, ele foi rejeitado por apenas um voto. O texto original é da, então vereadora e agora deputada federal, Natália Bonavides.

Dessa vez, Divaneide entende que é outro cenário apesar das dificuldades. O sentimento é de otimismo. A matéria agora tem a relatoria da vereadora Brisa Bracchi.