Foto: Márcio Cunha/ACF

No jogo de ida pela 3ª fase da Copa do BR, o ABC perdeu para a Chapecoense por 3×1. Foi um jogo onde o placar foi construído mais pelas falhas do setor defensivo do alvinegro, apesar da Chape ser uma equipe de Série “A”.

Com a bola rolando, o time da casa teve mais finalizações e chutou mais a gol, é verdade. Só que não houve diferenças gigantescas na maior parte da partida. Time de Moacir Jr. começou muito bem, com postura indo pro jogo. Esbarrou mais uma vez na falta de qualidade na criação das jogadas. Com a bola no pé, pouco criou o time alvinegro.

Isso é uma deficiência que dura desde o início do ano. O ABC carece de homens que criem jogadas desde Sílvio Criciúma e isso continua com Moacir Jr. Vejam que na maioria dos jogos do estadual, quem volta para criar é Wallyson.

Chapecoense foi eficiente em fundamentos básicos como descidas à linha de fundo e cruzamento na área para quem chega entrando no miolo da zaga alvinegra.

Reforçar as gafes dos homens defensivos do ABC na tarde de hoje. Um pouco mais de consciência defensiva e melhor posicionamento, o time não teria tomado os gols que tomou.

E olhe que o ABC foi beneficiado com a marcação de um pênalti que não houve. Ninguém sabe o que o árbitro marcou, já que não houve falta na área e muito menos toque de mão.

Time do ABC agora entra em campo no domingo, contra o Treze/PB, na estreia da Série “D”, em Campina Grande.