Imagem ilustrativa: assessoria CBM/RN

A governadora Fátima Bezerra autorizou o envio de equipes e equipamentos para ajudar nos esforços de buscas e salvamentos em razão dos temporais que atingem o  Rio Grande do Sul. A Defesa Civil gaúcha já confirmou 75 mortes, conforme boletim divulgado neste domingo (5).

No sábado (04), Fátima Bezerra, atual presidenta do Consórcio Nordeste, entrou em contato com o Ministro da Defesa do Brasil, José Múcio Monteiro, para solicitar apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) na logística de envio de efetivo e equipamentos dos estados do Nordeste ao Rio Grande do Sul.

“E na condição de presidenta do Consórcio Nordeste, estamos enviando bombeiros e equipamentos para ajudar nossos irmãos gaúchos, porque se a lição é amor ao próximo, união e solidariedade”, disse a governadora do Rio Grande do Norte.

O pedido foi feito em nome do Consórcio Nordeste, que iniciou na última sexta-feira (03) uma ação para prestar auxílio ao estado da região do Sul do país. Ao todo, foram disponibilizados pelo menos 100 profissionais.

Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe se uniram para enviar equipes de Bombeiros Militares, mergulhadores, guarda-vidas e especialistas em salvamento em escombros.

Além disso, viaturas, embarcações infláveis, equipamentos de mergulho, binômios certificados em restos mortais, moto aquática, monóculo termal, lanternas, roupas de neoprene e outros recursos foram enviados para reforçar os esforços de resgate.

A governadora também já comunicou ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, sobre as providências em andamento e destacou a prontidão dos Comandantes dos Bombeiros em todo o Nordeste para prestar ajuda. A expectativa é de que a ajuda dos estados nordestinos seja enviada a partir desta segunda-feira (06).

“Estamos enviando bombeiros cursados e capacitados para atuarem nessa missão. Junto a eles, irão equipamentos, botes e viaturas que darão apoio no resgate das vítimas. Toda nossa Corporação está pronta caso seja necessário ainda mais militares”, afirma Coronel Monteiro, comandante-geral do CBMRN.

A situação no Rio Grande do Sul continua preocupante. De acordo com o boletim da Defesa Civil da manhã do domingo, o número de mortes confirmadas já alcança 75, e outros seis óbitos estão sob investigação para determinar se estão relacionados com a tragédia. Além das vítimas fatais, há 103 pessoas desaparecidas e 155 feridas.

O impacto se estende para a população desabrigada e desalojada, com um total de 107,6 mil pessoas fora de suas casas. Deste número, 16,6 mil encontram-se em abrigos, enquanto 88 mil estão alojadas na casa de familiares ou amigos, buscando refúgio diante das circunstâncias adversas.

*Confira abaixo a contribuição de cada estado nordestino:*

*Alagoas:*

12 Bombeiros Militares

01 Binômio

*Bahia:*

22 Bombeiros Militares

01 Médico

01 Enfermeira

Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

*Ceará:*

02 Viaturas tipo AS

01 Embarcação inflável

01 Embarcação de alumínio

02 Equipes de salvamento

02 Binômios certificados em restos mortais

01 Viatura do CBCães

*Maranhão:*

12 Bombeiros Militares

02 Viaturas pick-up

01 Van

01 Embarcação inflável

Equipamentos de mergulho

03 Binômios

01 Moto aquática

Monóculo termal, lanternas e roupas de neoprene

*Paraíba:*

02 Viaturas tipo ABS

02 Embarcações infláveis

02 Equipes de salvamento

02 Binômios certificados em restos mortais

02 Viaturas de canil

*Pernambuco:*

02 Viaturas tipo ABS

02 Botes infláveis de salvamento

08 Bombeiros Militares

01 Viatura com Cães

02 Binômios

*Piauí:*

10 Bombeiros Militares

02 Pick-ups

02 Barcos (caso necessário)

*Rio Grande do Norte:*

06 Bombeiros Militares especialistas em operações com embarcações

02 Pickups

02 Embarcações completas

*Sergipe:*

02 Viaturas Tipo Pick-Up

02 Botes Infláveis

01 Equipe de Salvamento

02 Binômios