Uma falha tecnológica global afeta operações em vários setores, com companhias aéreas interrompendo voos, emissoras de televisão e sistemas bancários fora do ar, nesta sexta-feira (19).
A American Airlines, a Delta Airlines, a United Airlines e a Allegiant Air suspenderam seus voos alegando problemas de comunicação.
A ordem veio logo depois que a Microsoft disse ter resolvido a interrupção de seus serviços em nuvem que afetou várias companhias aéreas de baixo custo, embora não tenha ficado imediatamente claro se essas companhias estavam relacionadas.
O alerta, que foi enviado às 2h30 (horário de Brasília) desta sexta-feira, também compartilhou uma solução manual para corrigir o problema.
O problema não afetou voos no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. Em nota, a operadora do terminal, a Zurich Airport Brasil, informa que neste momento segue com os voos operando sem atrasos ou intercorrências.
A concessionária “orienta aos passageiros que cheguem com antecedência uma vez que um apagão global cibernético tem causado atrasos em diversos voos ao redor do mundo. Mais informações podem ser obtidas com as cias aéreas”.
Um porta-voz da Crowdstrike não respondeu a emails ou ligações solicitando comentários. Não havia informações que sugerissem que a falha seja um incidente de segurança cibernética, disse o escritório da Coordenadora Nacional de Segurança Cibernética da Austrália, Michelle McGuinness, em um post no X.

Ao menos quatro aplicativos de bancos brasileiros apresentam falhas em razão do apagão cibernético global. Ainda não se sabe se as falhas nos bancos do País têm relação com este evento.

Relatos compilados pela plataforma Downdetector, que reúne notificações de usuários, dão conta de problemas no acesso dos aplicativos do Bradesco e de sua marca digital Next, do Banco Pan e do Neon. As notificações ganharam tração após às 6h (de Brasília), horário em que os relatos sobre o apagão global começaram.

Os bancos mencionados ainda não se pronunciaram. Aplicativos de outras instituições seguiam funcionando normalmente nesta manhã.

De acordo com informações da imprensa internacional, o apagão global está relacionado aos computadores de uma empresa de cibersegurança, a CloudStrike, que informou ter tomado conhecimento de falhas em um sensor do sistema operacional Windows, da Microsoft.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________