A lateral-direita da Seleção Brasileira de futebol feminino, a potiguar Antonia Silva, realizou uma visita surpresa às atletas do União Futebol Feminino, da Zona Norte de Natal. O encontro aconteceu na manhã desta segunda-feira (01), na Casa de Apostas Arena das Dunas.

Walessa Silva, técnica do União, afirmou que foi um momento inesquecível para ela como gestora do clube, mas em especial para as jovens que sonham em se tornar jogadora de futebol profissional. “Ver a Antonia jogando já é incrível por ser da nossa terra, mas ao conhecer pessoalmente conseguimos entender o motivo dela estar chegando tão longe”, ressaltou Walessa.

A pequena Maria Clara, de 13 anos, que também joga como lateral-direita, contou que iniciou jogando por incentivo do pai e viver esse momento junto a jogadora da seleção é único. “Ver a Antonia jogando e aqui (pessoalmente) é o significado de muita superação do futebol feminino, é uma inspiração”.


Diante desse momento tão significativo para essas meninas, Antonia enfatizou a gratidão por essa troca de experiência e reconhecimento. “É um momento muito gratificante na minha carreira. Ver que muitas meninas se inspiram em mim, é um momento que eu coloco essa garra em campo. Que eu possa continuar inspirando tantas meninas que sonham com o futebol feminino, que eu continue buscando e que o futebol feminino cresça cada vez mais”, pontuou a atleta.

Na expectativa da convocação para compor o elenco da Seleção que disputará as Olímpiadas de Paris, Antonia afirmou estar confiante. “A expectativa é a melhor possível, a ansiedade está aumentando cada vez mais. Mas, se Deus quiser, meu nome vai estar na lista para representar nosso país”.

A ação entre a jogadora da Seleção e as atletas do União, aconteceu em parceria com o Grupo Neoenergia Cosern.

Perfil

Antonia Silva, nascida no dia 26 de abril de 1994, na cidade de Riacho de Santana, município com 4.127 habitantes, segundo o censo do IBGE de 2022. Filha de Jocelina e Edilson Silva e com mais quatro irmãos – Rondinelly, Roniédson, Rafaela e Gustavo.

Sua carreira iniciou nas quadras de futsal, ainda no tempo de escola quando disputava campeonatos interclasse.
A potiguar foi bicampeã dos Jogos Escolares do RN (Jerns), nos anos de 2007 e 2008, na modalidade futsal feminino, representando a Escola Estadual Professora Maria Angelina Gomes.

Em 2010, aos 16 anos, se mudou para São Paulo em busca de oportunidades no esporte. Foi convidada a jogar pela Portuguesa Tiger, o seu primeiro time profissional de futsal em São Paulo, em 2010.

Foi em 2016 que mudou da quadra para os gramados, onde atuou pela Ponte Preta e ganhou destaque. No ano seguinte, teve sua primeira convocação para a Seleção Brasileira, mas não entrou campo, fato que só aconteceu em 2020.

Antonia também passou na carreira por Osasco Audax, Iranduba, São Paulo até seguir para o Madrid CFF, e, depois, para o Levante. Atualmente, vive a expectativa de ser anunciada pelo Real Madri.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________